A verdadeira criatividade está no nosso mundo interior, não nas coisas em si, mas no que elas representam para nós!

.posts recentes

. ... (ausência da necessid...

.arquivos

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

Quarta-feira, 2 de Maio de 2007

... (ausência da necessidade de mim)

- Olá! por aqui?

- Olá, sim vim dar uma voltinha com o meu namorado...

- Eu estou a trabalhar por aqui!

- Eu sei já me tinhas dito... Então vá, beijinhos e fica bem!

Cruzamo-nos...

O que raramente aconteceu desde à um ano atrás.

Quase não me quiseste ver, quase que a minha pessoa passou despercebida na tua memória. Olhas-te para mim, já como se nada interferisse na tua vida, naquilo que um dia sentiste por mim.

Cumprimentaste-me com um beijo gelado de ausência de afecção, de carinho, como se os 4 anos que viveste comigo nem tivessem existido.

Tens uma nova companhia à já dois anos e vejo que saí derrotado.

Quando acabamos, pensei certamente que um dia irias dar pela minha falta, por tudo o que te tinha dado, por tudo o que passamos, sentimos, vivemos juntos. Pensei que certamente não irias saber viver sem aquele carinho especial a que sempre tiveste direito. Mas agora revejo a realidade e dou-me como que por vencido.

Estás feliz... estás certa das tuas escolhas e sinto-me desiludido comigo mesmo.

Sinto que não fui capaz de dar-te tudo aquilo que precisavas durante o tempo que estiveste comigo. Como se outras pessoas fossem melhores do que eu.

Estou triste e tenho fugido deste pensamento...

Não me sinto capaz de fazer alguém feliz neste momento. Pois tenho a pesada sensação que aquilo que dou de mim não chega para fazer alguém sentir a minha ausência.

Sinto a falta de ouvir: preciso de ti...

 -----------------------------------------------------

Depois de ti...

A minha vida mudou.

Ainda não encontrei a pessoa certa que me irá favorecer o esquecimento da pessoa que foste na minha vida. A mim custa-me ver que é dificil encontrar pessoas que estejam bem, que não sejam magoadas pela maneira como hoje em dia se ama. Um amor eterno passageiro que nos ilude e nos faz sonhar periodicamente.

Isto está tão deprimente, tal como os dias têm estado.

Tenho saudades de amar ainda que seja com esse amor gasto de si!

Sinto a falta de sentir: preciso de ti...

Lágrima Doce*

sinto-me: ausente de mim
música: Neyo - Because of you
publicado por CMS às 22:45
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds